Escoras, abrigo, cobras...

Passado o feriado de Finados, o pessoal continua firme e forte na obra. Ontem (quarta, 03/11) foi dia de terminar o barraco e retirar o entulho do terreno. É inacreditável a quantidade de resto de obra que tinha lá dentro. "Coincidentemente", um dos vizinhos terminou uma reforma há pouco e os entulhos estavam bem próximos à casa dele... mas paciência, vamos à limpeza que deve acabar hoje.

Durante a retirada do entulho, os pedreiros encontraram três nada simpáticas cobras. Uma eles conseguiram matar e outras duas fugiram. Segundo o empreiteiro, isso é comum quando eles começam obras em terrenos desse tipo (que até há pouco tempo tinha apenas mato e entulho). Vamos ver se hoje, terminando a limpeza, eles encontram as outras duas "fujonas"... Em tempo: a cobra encontrada NÃO É essa da foto, a imagem é apenas ilustrativa!

As boas notícias do dia: o empreiteiro perguntou se eu não tenho interesse em algumas escoras (em torno de 100) que sobraram da última obra que ele trabalhou. Cada escora, a preço de mercado, custa em torno de R$ 3,00. Perguntei quando o proprietário queria por elas e a resposta, que muito me agradou, foi: "ele não quer vender, está DOANDO, basta pagar o frete". Assim, contratei o frete por R$ 70,00 e as escoras já estão lá, aguardando o momento de serem usadas.

A outra boa notícia é que eu tinha feito orçamento de material para a espera do hidrômetro e o valor ficou em torno de R$ 90,00. A maior parte desse valor (mais de R$ 80,00) diz respeito ao abrigo de concreto do hidrômetro. Ontem o administrador da obra me ligou dizendo que encontrou no depósito dele um abrigo novo, sem uso, que ele comprou para outra obra e acabou não usando. Perguntei quando ele queria pelo abrigo e ele me disse que não queria nada, era um presente. Ô coisa boa!!!

A notícia "não tão boa" do dia: contratei um "papa entulho" para retirar a sujeirada do terreno, ao custo de R$ 90,00. Hoje pela manhã, fui surpreendido com a notícia que UMA CAÇAMBA apenas não foi suficiente, terei que contratar mais uma. E isso para tirar o lixo que os OUTROS jogaram no meu terreno..

6 comentários:

Felipe 4 de novembro de 2010 21:23  

Opa.
E quem estava certo ao andar cuidadosamente pelo terreno? hahaha.
abraço

Heron 5 de novembro de 2010 08:37  

Pois é, pois é... estavas certo! Mas agora não tem mais perigo, o terreno está completamente limpo e livre de animais peçonhentos... hehehe

Bruno 6 de novembro de 2010 18:38  

Mas no terreno do lado tem o peçonhento que fez reforma há pouco tempo.

Denise 12 de novembro de 2010 20:29  

Pois é, Heron:
Aconteceu quase a msm coisa na obra. Lá no meu terreno tbem tive q tirar o entulho q algum vizinho (o de trás ou o do lado) jogou. Como não vi quem foi nem posso acusar ninguem.O pior é q a minha caçamba é bem mais cara q a sua (R$200 - aqui em SP)e foram mais q uma !!
No terreno não tinha cobra, mas o q encontraram de ratos andando pra lá e pra cá,não foi brincadeira !!
Outra coisa: tbem estou procurando alguma alma caridosa q me forneça as escoras pra laje. Madeira para formas estou conseguindo na "faixa"... (Agora sim,consegui postar !!!)
até a proxima !!

Mônica Suñer 27 de novembro de 2010 03:57  

Aqui em SP a caçamba é, pelo menos o dobro! O que economizou nas vigas, guarda para o concreto! Esse vai que é uma beleza! Bjs

Anônimo 17 de janeiro de 2011 13:02  

Oi Heron, estou começando a ideia de construir a minha casinha em Biguaçu,uma coisinha pequena emimosa heheehe.Queria saber como vc achou a sua empreiteira, ja q nao entendo nada de construção e nao conheço ninguem que possa indicar...
O meu e-mail:
pipoca_tattoo@hotmail.com
:)
Abraços
Flavia

Postar um comentário

Sobre o blog

Esse blog é o relato das nossas experiências ao construir uma casa em Florianópolis.

Pesquisar

Seguidores